A importância da consultoria para micro e pequenas empresas!

Muitos empreendedores se vêem em situação de risco, quando a empresa enfrenta uma crise. Os problemas podem aparecer a qualquer momento, principalmente quando o principal gestor, normalmente o dono do negócio assume muitas responsabilidades, chegando a exaustão sem ver resultado por seus esforços. A medida que o empreendedor se dedica a funções meramente operacionais, mais ele se distancia da estratégia. Talvez a solução para isso, seja contratar uma consultoria para micro e pequenas empresas.

O que muitos empreendedores não sabem, é que a consultoria para micro e pequenas empresas não é a solução para todos os problemas que já foram identificados na gestão. Normalmente elas atuam pontualmente em objetivos específicos, e essa será a melhor forma de tirar o mesmo proveito desse serviço. Também é importante saber se a empresa encontra-se no momento para contratar o serviço de uma consultoria para micro e pequenas empresas, pois para isso, se faz necessário estar aberto a mudanças e reavaliar o negócio.

Micro e pequenas empresas são responsáveis por 98% dos negócios realizados no país e movimentam a economia. Também são responsáveis pela contratação de mão-de-obra e cerca de 54% do empregos formais são gerados por micro e pequenos empreendedores. Em contrapartida, muitos negócios fecham nos primeiros anos por falta de habilidade para gerir os negócios ou por falta de experiência dos empreendedores, nos setores onde atuam, daí é possível perceber a necessidade de eventualmente contar com uma consultoria.

1) Quando contratar uma consultoria para micro e pequenas empresas?

O melhor momento para contratar uma consultoria para micro e pequenas empresas é assim que indicadores de performance abaixo da média são identificados. Para isso é necessário planejamento e flexibilidade para aceitar as estratégias sugeridas pelos consultores. Opte como corrigir os problemas de forma objetiva.

Isso é, você encontrou problemas em suas contas a receber, por algum motivos os clientes não pagaram e isso comprometeu seu negócio. Contrate uma consultoria para estabelecer uma política de crédito para clientes, limitando o volume de compra, conforme a saúde financeira de seus clientes. Ela também poderá por exemplo identificar por exemplo cliente que devem ter o crédito negado, ou realizar compras á vista para que o faturamento seja permitido. Um consultor financeiro saberá guiá-lo de forma a obter os melhores resultados.

2) Qual o impacto de ter uma consultoria?

Bem, para contratar uma consultoria você deve estar aberto a mudanças e para ampliar sua visão sobre seu negócio, ou o investimento será perdido. Para que você obtenha o melhor de uma consultoria, será necessário abrir sem restrição informação eventualmente confidenciais para que o consultor possa investigar de forma pontual o que pode ser melhorado. Muitos empresários contratam consultores, sem a devida abertura para realizar as mudanças apontadas pelos especialistas e isso significa um investimento nulo.

3) O investimento x o retorno

É necessário ter em mente que as mudanças realizadas pela consultoria precisarão de um certo tempo para trazer resultados. Não adianta ser imediatista. Por isso, planejamento é importante, assim você pode prever o tempo que levará para obter o retorno do seu investimento.

4) Como contratar uma consultoria para micro e pequenas empresas?

Pesquise e busque referências. O Grupo Mutiply oferece uma Análise de Diagnóstico que pode dar um norte para você identificar as fragilidades do seu negócio. O diagnóstico é gratuito e foi desenvolvido por especialista visando gerar indicadores para sua empresa e gestão. Entre em contato com nossos consultores e faça o seu. Procure empresas com histórico de sucesso e capazes de criar um plano dentro da sua realidade. O Grupo Multiply conta com profissionais especializados na gestão de micro e pequenas empresas e poderá orientá-lo para que tenha o melhor retorno sobre o investimento. Estude a possibilidade de contratar um consultor e veja os resultados de sua empresa aparecerem sem grande sofrimentos.

O faturamento das pequenas empresas equivale a 27% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. E com o crescimento do empreendedorismo, a tendência é que exista uma participação cada vez maior destas empresas. O setor está em crescimento, e com as estratégias certas dá para ter dono do próprio negócio e aproveitar seu tempo para desfrutar da vida com sua família.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *